Gustavo Barreto

Daniel Gravelli
14 de fevereiro de 2018
Elisa Bernat
14 de fevereiro de 2018

Gustavo Barreto

“O ator Daniel Gravelli consegue exprimir com êxito a dor do personagem, não uma dor física mas algo psicológico. A guerra que acontece do lado de fora do quarto torna-se secundaria, o verdadeiro conflito é nas suas lembranças quebradas e que como o próprio titulo promete é uma guerra vazia porque ele se vê impotente perante esse passado.”